Breaking News
recent

Crítica de Filmes: Orgulho e Preconceito e Zumbis


Um surto de zumbis se abateu sobre a Terra nesta releitura do conto clássico de Jane Austen que trata das relações e enlaces amorosos entre amantes de diferentes classes sociais na Inglaterra do século XIX. A resoluta heroína Elizabeth Bennet (Lily James) é mestre em armas e artes marciais; e o belo Mr. Darcy (Sam Riley) é um feroz assassino de zumbis e símbolo máximo do preconceito inerente às classes superiores. Mas à medida que o surto zumbi se intensifica, os dois devem deixar o orgulho de lado e unir forças no campo de batalha encharcado de sangue, a fim de acabar com o exército morto-vivo de uma vez por todas.

Sendo uma adaptação de uma adaptação, o filme cumpre o que promete. Quem já viu Orgulho e Preconceito vai reconhecer aqui várias cenas e dialógos das adaptações anteriores. Além de que, todos os personagens estão presentes com boa parte de suas características e suas peculiaridades. A teatralidade da novela de Austen permanece viva, ou melhor, viva e morta ao mesmo tempo.

Eu particularmente, acho a trama original de Orgulho e Preconceito bem morna, nunca chegou a ser uma das minhas histórias favoritas e Mr. Darcy nunca chegou a ser meu personagem favorito, mas entendo totalmente a mensagem que Jane Austen quis transmitir ao escrever um livro que mudou a literatura e a forma como as pessoas viam as mulheres do século XIX. Uma história que mostra a vida de mulheres fortes, independentes e bem além de seu tempo.

E aqui nessa adaptação, elas não são diferentes: Mulheres que não foram treinadas para a cozinha, mas sim para a guerra!

O filme possui uma boa reconstituição de época, como a fotografia e os figurinos, que são impecáveis. Trata-se de uma sátira ou paródia, um drama romântico de horror com a inserção de zumbis. Possui elementos trash, algumas cenas que misturam terror e comédia.

A mistura de um período histórico com zumbis pode causar uma certa estranheza, mas é divertido ver como o enredo original e as falas se encaixaram muito bem no enredo dos zumbis. O interessante é que aqui os zumbis tem uma certa consciência, inclusive falam.

O elenco é o grande destaque do filme, praticamente formado por atores britânicos, com grandes nomes conhecidos mundialmente e muitos em ascenção no cinema mundial. Com uma Lily James segura na atuação, um Matt Smith hilário, um Douglas Booth charmoso e um Sam Riley espetacular como o Darcy, o resto do elenco, infelizmente ficou bem apagado e não somou muito à produção.

Gostei bastante do filme e da proposta dele, que apesar de algumas falhas, atende as expectativas e nos traz uma paródia satisfatória e interessante. Uma história com personagens femininas fortes e decididas que não deixam de ser românticas e apaixonadas. Jovens donzelas com espartilhos versados em armas de pólvora! Além de ser um filme que promete agradar aos famigerados fãs de zumbis!

É um filme divertido e com boas cenas de ação! Indicadíssimo!
Giselle Trindade

Giselle Trindade

Escritora, blogueira e formada em psicologia. Apaixonada por séries, filmes e livros. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.