Breaking News
recent

Batman Vs Superman não agradou a Crítica Especializada Americana


Batman Vs Superman, um dos filmes mais aguardados do ano, parece não ter agradado à crítica especializada americana.

O filme recebeu críticas extremamente positivas dos espectadores que assistiram ao filme na pré-estréia do México, mas a não foi o que aconteceu com a crítica especializada, o que nos leva a imaginar se os comentários do público da Premiere não foram "comprados". Mas a grande questão é a seguinte: Os comentários da crítica especializada também podem ser comprados, com toda certeza. Portanto, o conselho que dou: Assista e tire suas próprias conclusões! Até porque, mesmo que seja verdade, gosto é uma coisa bem subjetiva, o que pode ser bom para alguns, pode ser ruim para outros.

Confira as críticas abaixo:

"O filme pode ser imponente, mas não é divertido (...) O vilão Lex Luthor, de Jesse Eisenberg, é tão intensamente irritante que, desde cedo, você deseja que o Batman e o Superman acertem logo suas diferenças e unam forças para acabar de uma vez com o patife e também com nosso tormento” (Todd McCarthy, do The Hollywood Reporter).
“O choque principal de ideologias prometido pelo conflito central – vigilante da justiça vs. sacrifício, noite vs. dia, Dionísio vs. Apollo – não se desenvolve tão vigorosamente como deveria, e a batalha de vida ou morte entre o dois ícones se resume a uma série de mal-entendidos” (Andrew Barker, da Variety).
“É outra orgia entorpecente e caótica de imagens geradas por computador com um final que deixa a porta aberta para justificar os próximos 10 filmes. É tarde demais para pedir uma revanche?” (Chris Nashawaty, da Entertainment Weekly).
“Constantemente ameaçado a entrar em colapso por sua própria seriedade, este épico tem muito de tudo, incluindo CGi – imagens geradas por computador” (Lou Lumenick, do New York Post).
“E o que dizer da prometida briga do título? O enfrentamento entre as duas lendas dos quadrinhos se torna apenas outra série de coisas grandes batendo em outras coisas grandes, o que o diretor Zaxk Snyder e escritores Chris Terrio e David S. Goyer se confundem achando que isso é contar uma história” (Alonso Duralde, do The Wrap).
“Snyder joga tudo na tela até tornar a resistência ao filme inútil” (Peter Travers, da Rolling Stone).
Batman vs Superman vai agradar àqueles estavam esperando para ver os protagonistas se enfrentarem nas telonas, ou aqueles estavam apenas ansiando pela Mulher-Maravilha” (Brian Truitt, do USA Today).
“Enquanto espetáculo de super-heróis, Batman vs Superman é grandioso (...) mas também não é muito divertido” (Stephanie Zacharek, da TIME Magazine).
“O filme não é ruim, mas ele pesa em seus elementos menos interessantes e potentes em detrimento daqueles que realmente funcionam” (Bilge Ebiri, do Village Voice).
“Há momentos que fazem o filme valer a pena, e introduz um novo e intrigante Batman. Mas também é confuso e narrativamente instável” (Nick de Semlyen, da Empire).
“Um longa arrastado e tedioso, Batman vs Superman parece uma refilmagem frouxa, não oficial, com um quarto de bilhão de dólares de orçamento de Um Estranho Casal, em que Oscar e Felix estão literalmente tentando matar um ao outro”. (Michael Phillips, da Chicago Tribune).
“Em Batman vs Superman, o Cavaleiro das Trevas e o Homem de Aço se enfrentam, e quem perde é o público” (Rene Rodriguez, do Miami Herald).
“Se há alguma justiça nas salas de cinema, o público irá rejeitar esta bagunça embaraçosa de Zack Snyder” (Joshua Rothkopf , da Time Out).
“Nenhum grande blockbuster dos últimos anos teve uma estrutura tão incoerente ou demonstrou tamanho desinteresse em contar uma história com clareza e propósito” (Robbie Collin, do The Telegraph).
“Longo demais, mal desenvolvido e quase totalmente desprovido de humor, Batman vs Superman pode agradar aos fãs mais obstinados ao colocar os dois ícones da DC um contra o outro. Todos os outros espectadores, no entanto, podem esperar pelo próximo filme da Marvel” (Rafer Guzman, da Newsday).
Giselle Trindade

Giselle Trindade

Escritora, blogueira e formada em psicologia. Apaixonada por séries, filmes e livros. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.