Breaking News
recent

Crítica de Filmes: Victor Frankenstein (2015)


Ao visitar um circo, o cientista Victor Frankenstein (James McAvoy) encontra um jovem corcunda (Daniel Radcliffe) que lá trabalha como palhaço. Após a bela Lorelei (Jessica Brown Findlay) cair do trapézio, o corcunda sem nome consegue salvar sua vida graças aos conhecimentos de anatomia humana que possui. Impressionado com o feito, Victor o resgata do circo e o leva para sua própria casa. Lá lhe dá um nome, Igor, e também uma vida que jamais sonhou, de forma que possa ajudá-lo no grande objetivo de sua vida: criar vida após a morte.

Victor Frankenstein é um filme estado-unidense baseado nas adaptações contemporâneas do romance de 1818, Frankenstein, da autora britânica Mary Shelley. Foi realizado por Paul McGuigan, escrito por Max Landis e protagonizado por James McAvoy como Victor Frankenstein e Daniel Radcliffe como Igor.

Frankestein é uma história que já foi contada e recontada várias vezes, mas nessa nova adaptação temos um diferencial incrível: A história é contada a partir da perspectiva do asssistente Igor, o filme mostra as origens obscuras do jovem assistente conturbado e sua amizade redentora com o jovem estudante de medicina, Victor Von Frankenstein.

Primeiramente tenho que destacar aqui a genialidade da atuação de Daniel Radcliffe e, claro, o brilhantismo já conhecido de James McAvoy interpretando um insano Victor Frankenstein. Os dois atores estão simplesmente fabulosos em seus papéis, eles possuem uma química ímpar em cena, e isso é muito agradável de se ver. Quem acompanha a carreira de Daniel desde que ele estreou em Harry Potter, quando ainda era um garotinho, vê aqui nesse filme claramente o tanto que ele cresceu como ator e o futuro grandioso que ele tem pela frente. Muitas pessoas certamente, pensaram que ele ficaria marcado para sempre como o Harry Potter, mas ele mostra aqui que está muito além disso!

O filme tem um ritmo muito bom, em momento algum nos sentimos entendiados ou cansados. A história se desenvolve muito rápido mas isso não impede que os personagens sejam muito bem explorados e a que a história seja muito bem contada, em hora alguma senti falta de algo. A produção de arte e o figurino são impecáveis, nos levando ao ano de 1818 com precisão. O filme possui um visual muito bonito, praticamente um Steampunk, com todo aqueles maquinários de época muito bem retratados, mostrando toda a engenhosidade e inventabilidade de Frankenstein, que apesar de louco, impulsivo e passional, era um cientista muito além de sua época.

Vale ressaltar também a fotografia do filme, nos levando à uma Londres bucólica, fantasiosa, sombria, misteriosa, panorâmica, alegórica e cinematográfica. É como se fosse mesmo um espetáculo de circo, é tanto detalhe que ultrapassa os nosso olhos, é como se Igor tivesse saído do circo mas o circo não tivesse saído de Igor. Tudo ao seu redor remete a seu passado!

Victor Frankestein é um filme que me surpreendeu bastante! Vale muito a pena assistir!
Giselle Trindade

Giselle Trindade

Escritora, blogueira e formada em psicologia. Apaixonada por séries, filmes e livros. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.